Acusados de terem violado cerca sanitária, Rui Orlando, Nino Republicano e Tri-Chu postos em quarentena domiciliar

O músico Rui Orlando e Os empresários Nino Republicano e Hélio Santos mais conhecido por ‘Tri-Chu’ foram postos nesta quinta-feira (14) de Maio, em quarentena domiciliar pelas autoridades sanitárias na província de Benguela, por supostamente terem violado a cerca sanitária existente no país, segundo anunciou o porta-voz da polícia, sub-comissário Valdemar José, no ponto de situação sobre a actuação das forças de defesa e segurança, no quarto dia da quarta prorrogação do estado de emergência.

Acusados de terem violado cerca sanitária, Rui Orlando, Nino Republicano e Tri-Chu postos em quarentena domiciliar

Acusados de terem violado cerca sanitária, Rui Orlando, Nino Republicano e Tri-Chu postos em quarentena domiciliar

De acordo com Valdemar José, Nino Republicano e Tri-Chu foram denunciados pela população que alegaram que os mesmos teriam violado a cerca sanitária, o primeiro teria saído de Luanda para Benguela durante a passagem da primeira para a segunda prorrogação do estado de emergência alegando que iria realizar actividades beneficente de forma a ajudar as famílias mais carenciadas nesta fase da luta contra  à pandemia da covid-19.

Para mostrar que não existe “um peso, duas medidas”, segundo fez saber o porta-voz da polícia nacional, depois de tomarem conhecimento da denuncia, uma equipa da Comissão Multissectorial Provincial de Prevenção à Covid-19 em Benguela, foi ao encontro dos empresários constatar in loco. Como resultado, Nino e Tri-Chu foram submetidos ao teste do novo coronavírus e enquanto aguardam pelos resultados foram postos em quarentena domiciliar.

Em nota que o AngoRussia teve acesso, Hélio Santos disse que em momento algum a cerca sanitária foi violada por ele ou pela sua empresa, apelou a polícia continuar a investigar os factos que viu envolvido o seu bom nome e o da sua marca.

“Nunca em momento algum, foi violado por mim ou pela minha empresa a cerca sanitária imposta no país. Apelo à Polícia Nacional, a investigação exacta e apuramento dos factos, do caso que vi envolvido o meu bom nome e empresa. Apelo também à comunicação do desfecho e conclusão da investigação, da mesma forma que foi veiculada notícia acusatória. Como cidadão cumpridor das minhas responsabilidades, integridade e ética, aguardo os resultados ao teste a COVID19, que hoje me submeti, em isolamento. Em tempos de máscaras, importa dar a cara, e aguardar pacientemente a reposição da verdade”, disse Hélio Santos.

Nino Republicano que continua em Benguela onde já procedeu à entrega de bens e matérias diversos a algumas família mais carenciadas da província, ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Deixa o seu Comentário

Deixa o seu Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem